Depois de comunicar a amigos e familiares que o casal marcou a data do casamento, começa o dilema: quem serão os padrinhos? Quem foi escolhido para tal honraria? Começa também um possível mal-estar: quem vai ficar de fora?

Mas uma tradição nascida nos Estados Unidos pode dar fim a esse climão do pré-casamento. Trata-se do convite das amigas da noiva e amigos do noivo para serem as “bridesmaid” e os “groomsmen”, ou melhor, as damas de honra e os pajens adultos dos noivos.

Neste post vamos saber o que faz uma dama de honra adulta, quais as principais diferenças de uma madrinha ou padrinho e que outros simbolismos fazem parte dessa tradição.

Gostou da ideia? Quer copiá-la para o seu casamento na Zona Norte de São Paulo? Então continue lendo e aprenda tudo já!

Qual a diferença entre amiga e madrinha?

A madrinha ou padrinho do casamento, em geral, é um posto de cabe a uma pessoa especial, com quem a noiva e o noivo têm relação de confiança, companheirismo e às vezes de gratidão, por ter apresentado o casal. Como são características muito específicas, e que não englobam muitas pessoas ao redor dos noivos, muita gente acaba ficando de fora.

Mas se você quer prestigiar mais amigas, primas, irmãs ou outras mulheres da sua família, que tal transformá-las nas amigas da noiva, em suas damas de honra?

Qual a função das amigas da noiva e amigos do noivo?

As damas de honra adultas vão ser as mulheres de confiança da noiva. Vão ajudar a preparar o chá de panela, a despedida de solteira, a decoração do casamento e muito mais.

O mesmo vale para os amigos do noivo, que vão assumir funções parecidas do lado masculino.

No grande dia, são elas que entram na igreja antes da noiva, carregando um pequeno buquê e com vestidos parecidos ao dela, seja no modelo, seja na cor, ou ainda com a possibilidade de cores diferentes, mas sempre com alguma relação. Achou engraçada ou estranha essas “cópias” de noiva?

Quais tradições acompanham as damas de honra adultas?

Tradição que remonta à Grécia Antiga, colocar essas “cópias” com buquês e de vestidos parecidos serve para confundir os maus espíritos ou para afastar a negatividade que possa recair sobre a verdadeira noiva.

Logo, se divertir com seu grupo de damas de honra escolhendo o vestido que elas vão usar na igreja não é uma bobagem, mas parte de uma tradição, com explicação e que ajuda a atrair boa sorte para a noiva. Além disso, esse visual personalizado fica lindo nas fotos do casamento.

Diferentemente dos padrinhos, não há pressão para que as damas de honra adultas e os pajens formem casais. Eles podem ser solteiros, em número diferente e não formar par.

A única regra aqui é ficar cercados pelo maior número de amigas da noiva e amigos do noivo, gente que quer bem ao casal e que está disposta a participar de um dos dias mais felizes do novo par que se forma.

No mais, escolha seu time de damas de honra e convoque seu amor para escolher o time de pajens dele! Divirta-se pensando na roupa que elas vão usar, em como vão curtir seus últimos momentos de solteira e definindo os detalhes do casamento.

Curtiu a tradição americana para damas adultas? Então que tal curtir agora a nossa página no Facebook?

Powered by Rock Convert