A decisão do menu de casamento é um ponto crucial para quem está planejando o grande dia. Sendo um fator um fator que vai determinar muito do que os convidados acharão da festa, também faz parte de uma das primeiras impressões que os noivos vão deixar enquanto casados.

Acontece que com a gama de opções e variáveis a se considerar, essa tarefa pode ser mais complicado do que parece. Pensando na importância do cardápio, vamos falar um pouco sobre o assunto, dando dicas para você não errar nas suas escolhas e ter um processo de decisão um pouco mais direcionado. Quer saber como? Continue conosco e descubra!

Por que o menu de casamento merece tanta atenção?

A festa de casamento é um marco, e um dos aspectos mais importantes de qualquer festa é a comida. Assim sendo, seus convidados estão, sim, esperando uma excelente recepção. É péssimo quando as pessoas saem falando mal, concorda? Grande parte desse resultado vem da má qualidade do que é servido.

Nesse sentido, se o cardápio é bem definido, com o intuito de agradar a todos, tanto no gosto quanto na quantidade, o sucesso da sua festa está praticamente garantido. Além do aspecto dos convidados, lembre-se de que a vontade e preferências dos noivos não podem ficar de fora, o que nos leva à primeira orientação, veja a seguir!

Combine o cardápio com o estilo do casamento

Imagine a seguinte cena: um lindo casamento celebrado na praia. O cardápio? Feijoada! Percebe a incoerência? Para esse caso em específico, uma boa pedida seria um menu que envolvesse frutos do mar, além de saladas. Tudo bem fresco.

A ideia aqui é usar o estilo e a temática da sua festa para orientar o que vai ser servido. Se é um casamento em um sítio, que tal apostar nas comidas típicas e rústicas? Assim, também cardápios mais refinados e leves podem se adequar a outros ambientes.

Considere o clima e a época do ano

Volte para a cena do casamento na praia que serve feijoada no calor de 40ºC do verão. Pois é. Não considerar as condições climáticas e a época do ano pode colocar todo o seu planejamento de uma ótima festa a perder. Se você vai se casar no inverno, em um dia bem frio, umas sopas são boas entradas, por exemplo.

Se carnes, massas, caldos e molhos são bem vistos no frio, as melhores opções para o calor sempre envolvem a leveza e a refrescância. Na verdade, é até seguro optar por um menu que não faça ninguém passar mal devido ao calor, entende? As bebidas também deve casar com o momento.

Diversifique os sabores e pratos

Falando em bebidas — que sempre devem ser diversificadas para atender alguns gostos, restrições e faixas etárias (menu infantil, por exemplo) —, a pluralidade do cardápio é muito importante. Pense, também, em pessoas que não comem carne, glúten ou outros elementos, preparando assim uma opção para serví-las.

Outro ponto importante é deixar o cardápio especificado, ok? Você pode montar “minimenus”, por exemplo, combinando pratos entre si, mas mesmo que seja apenas uma sequência, sempre deixe claro para as pessoas qual é a preparação e o que elas estão comendo. 

Aposte no lugar comum

Mesmo que seja do gosto do casal, recomendamos não colocar pratos extremamente exóticos no menu, justamente para não espantar os convidados. Há pratos que, mesmo sendo super refinados, não agradam à maioria dos paladares, então vá com calma: de nada adianta gastar horrores e as pessoas não comerem, concorda?

De acordo com a otorrino Milene Bissoli e o urologista Julio Bissoli, apostar no lugar comum é uma boa ideia para agradar a maioria das pessoas. O que facilmente é aceito pelo paladar? Busque combinações com esse teor. A partir daí, você pode sofisticar, reinventar etc. Profissionais especializados podem ajudar você com cardápios pré montados.

Faça degustações

Não abra mão de experimentar quantas opções você precisar. Só bata o martelo quando você realmente chegar à conclusão de que aquelas são as preparações perfeitas para o seu dia especial. Você pode e deve opinar, pedindo ajustes caso sinta necessidade deles.

Além de ser um momento especial para o casal, a prova do menu serve de direcionamento. A partir dela, você já vai conseguir considerar o visual dos pratos — que, se incríveis, geralmente rendem fotos dos convidados — e conversar com seu fornecedor sobre o melhor modelo de serviço.

Calcule bem as quantidades

Saber o número de convidados é primordial para conseguir encaixar o orçamento e entregar um menu de casamento incrível. Na verdade, a maioria dos fornecedores já fazem esse cálculo, usando uma margem de 10% a mais para garantir que todo mundo consiga comer e beber suficientemente bem.

Usando a sua lista de convidados, você já vai ter essa média. O ponto de atenção vai para o orçamento, pois o teto de gastos, a média ideal de custos com cada elemento, quais são as prioridades do casal, entre outros fatores que envolvem dinheiro, vão determinar como o fornecedor vai organizar tudo e quais serão as opções de escolha.

Qual é a forma mais segura de executar e servir um bom menu?

A melhor dica que podemos dar para você conseguir organizar esse aspecto sem estourar o orçamento e entregando comida de qualidade para seus convidados é a contratação de uma equipe altamente qualificada e que entenda do assunto, não apenas para assessorar a escolha do menu, mas todo o restante acerca da festa.

O cardápio do casamento deve refletir a personalidade do casal, a preocupação em oferecer pratos bons e diversos para os convidados e, é claro, o andamento perfeito do serviço, o bom gerenciamento e conservação dos alimentos, o pleno entendimento da logística do local da festa etc. A empresa responsável precisa ser expert para fazer tudo dar certo!

A verdade é que, na hora de escolher a empresa do menu de casamento, uma boa apresentação importa. Além disso, você precisa sentir segurança na execução do serviço desde o primeiro contato. Então analise bem e dispense tudo que não atender esse quesito.

Dito isso, temos uma recomendação para você: conheça o Menu Fasano e veja o que o chef da Mansão Marion pode proporcionar ao seu casamento!

Powered by Rock Convert